Veto da Medida Provisória 656.

Grande notícia foi essa, o veto da Medida Provisória 656. Trata-se de um assunto bastante discutido nesses últimos meses: a questão do absurdo de tentar aprovar que se “perdoe” as dívidas dos clubes de futebol no Brasil.

Os clubes estão quebrados devido inúmeras irresponsabilidades de dirigentes. Assim como na vida, para uma gestão de êxito, é de suma importância o equilíbrio entre emoção e razão. Durante décadas, os cartolas gastaram mais do que arrecadavam. A conta vem chegando e continuará, caso não aprendam, poderá ser pior.

Neste contexto, o Flamengo com a política de responsabilidade, vem pagando suas dívidas (200 milhões entre 2013/14). Foi o único a se manifestar a favor do veto dessa MP. Dirigentes rubro-negros são torcedores, porém tem conseguindo administrar a paixão. Até aqui a razão sobressaí nessa administração. Caso continue nesse caminho, possivelmente o cenário mudará, propiciando bons frutos. Que esse árduo trabalho se torne um sucesso, servindo de exemplo a outros, contribuindo assim para o bem do futebol brasileiro.

PS: A presidente Dilma Rousseff vetou o artigo 141 da Medida Provisória 656, que dizia que os clubes de futebol poderiam parcelar suas dívidas com o governo federal em 240 vezes, com descontos de 70% em multas e 50% em juros, sem, no entanto, terem de cumprir nenhum medida de responsabilidade financeira e de gestão, previstas na discussão da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte. Leia mais aqui.

Esta entrada foi publicada em Futebol brasileiro. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>